quarta-feira, 20 de julho de 2011

Viagem a Porto de Galinhas - Primeiro dia - Parte 1


Em maio tivemos a ideia de passar uns dias em Porto de Galinhas, hotel Nannai. Na verdade queríamos inicialmente ir para a Costa do Sauípe, na Bahia, mas depois de uma semana tentando marcar no melhor resort de lá, desistimos, pois por alguma razão, estavam incomunicáveis (mesmo as agências de turismo não conseguiam informações de lá). Como minha paciência é curtíssima, optamos por uma viagem um pouco mais longa. Enquanto Costa do Sauípe seria uma hora e pouco de avião, Porto de Galinhas fica uma hora mais distante. E, no caso da Laura, mais demora costuma significar mais stress...

No dia anterior eu havia deixado as malas no carro para facilitar. Pela manhã somente precisamos descer com as mochilas. A saída de casa foi bem tranquila, por volta das 7:40. O vôo estava marcado para 9:30.

Chegamos no aeroporto às 8:10 e estava bem cheio. Achamos ser devido as promoções de férias. A fila de prioridade era uma das maiores. Acabamos indo a uma outra fila, menor. Até que fomos atendidos rapidamente, mas a Laura já dava sinais de cansaço e irritação, com menos de uma hora desde que saímos de casa! Vamos ver como serão as mais de duas horas dentro do avião!

Fomos fazer uma hora no deck de observação para ela ver uns aviões. Ficou mais foi correndo pra lá e pra cá, subindo nos bancos e se dependurando no corrimão paralelo à janela.

Pendurando-se no corrimão do deck de observação

Comprei uns pães de queijo pra ela e depois fomos pra sala de embarque, lotada. A chamada demorou uns 15 minutos.


Comendo pão de queijo antes do embarque


Foi legal que embarcamos pelo solo, de ônibus. A Lolly pareceu achar divertido andar de ônibus. Depois mostramos a ela o avião em que subiríamos. Ela ficava só olhando tudo! De vez enquando soltava um "wow"!

Entramos e nos acomodamos na primeira fileira. A Laura já paga passagem e teve um assento só pra ela. O bom da primeira fileira é que é mais espaçosa, não tendo assento na frente. Mas o ruim é que as mochilas precisaram ficar no compartimento de bagagem, acima da cabeça, pois não há banco da frente para acomodar malas embaixo. Outro problema é que os braços das cadeiras são fixos, não sendo possível retraí-los para ter mais espaço.

Esperando a decolagem


Depois de cerca de meia hora em solo, finalmente decolamos. É que estávamos esperando um outro vôo de conexão que estava atrasado. A Laura já estava ansiosa e agitada. Felizmente conseguimos distraí-la com a revista e o folheto de instruções. Também peguei o saquinho plástico para enjôo e enfiei a mão, fazendo de conta que era um monstrinho que estava dormindo. A Laura então acordava o monstro, que a mordia toda. Também brincou com o seu cachorrinho Patrick, que repete o que ela diz, e com um de seus livrinhos. Assim que decolamos ela ficou mais calma. Quando o avião estava acelerando pra subir, ela gritou "that's so cool!" Foi pra janela ver as coisas lá embaixo. Não dava pra saber se ela estava entendendo o que estava acontecendo direito, mas deu pra ver que estava se divertindo.

Depois quis nummies, claro. Quando começou a ficar muito inquieta pra mamar, apos uns 30 minutos de vôo, dei a ela seu iPod e se acalmou. Eu tinha gravado diversos filminhos e apps novos dois dias antes, para aumentar as opções de entretenimento dela durante a viagem, de modo que havia vários atrativos no aparelho.

Brincando com o iPod em pleno voo


Uma das apps que ela mais gostou foi a da Juno's Music Learning Adventure. Abria toda hora pra brincar. E, de fato, é muito divertida e bem trabalhada, com muitos atrativos visuais e sonoros. Há várias aplicações com essa personagem e parecem ser todas muito boas.

Juno's Music Learning Adventure


Mais tarde a Laurinha deu uma volta com a Junia pelo avião. Não estava muito fácil ficar andando com ela pelo avião porque o vôo estava lotado e, com apenas meia hora, todo mundo já parecia estar apertado pra ir ao banheiro! Era um vai e vem danado!

Na hora em que distribuíram o lanche, ela só quis comer umas rosquinhas de coco. Também só tinha rosquinhas e crackers. E pra beber, só suco de laranja, daquele mais horroroso. Claro, várias opções de refrigerantes, mas não são nossa praia.

Quando o avião começou a descer e ela viu as nuvens pela janela, ficou super empolgada! Eu nem tanto, pois era sinal de que o clima talvez não estivesse muito bom. Grudou o nariz na janela e só queria saber de ver as nuvens. Quando o avião passava dentro de uma, ela dava gritinhos e dizia "de novo!!!" Pela primeira vez, a Junia sentiu dor de ouvido no pouso, mas a Laura não reclamou. Quando o avião tocou o solo ela ainda estava olhando pela janela. Morreu de rir e vibrou bastante com as chacoalhadas da aterrissagem :-)

Pousamos, pegamos as malas e fomos pegar o transfer até o hotel: mais uma hora de carro! A operadora foi a Luck Viagens. No transfer privativo, como era o caso, eles já fornecem a cadeirinha para criança. Foi bom, pois é um trambolho pra transportar! Na última viagem que fizemos, para a Praia do Forte, na Bahia, tivemos um trabalhão carregando a cadeira, tirando e colocando no carro, etc (ou melhor, tive, pois eu e que cuido dessa parte).

Outro item que não trouxemos foi o berço, pois deram certeza de ter no hotel. Ela já dorme em cama, mas teríamos que levar a grade de proteção. Outro problema são os pernilongos. O berço dá pra cobrir com filó para protegê-la à noite. Na última viagem levamos o berço portátil porque o hotel, combinando com seu serviço sempre insatisfatório, não deu nenhuma garantia de que teriam berço disponível (isso ao ligarmos pra lá na véspera da viagem).

Bom, após mais de cinco horas de viagem (desde o momento que saímos de casa até o meio do caminho até o hotel), a Laura capotou no carro. Mas, avaliando tudo isso, achamos que ela se comportou muito bem para uma criança com sua personalidade.


Cansadinha após mais de cinco horas de viagem!

Um comentário:

  1. é, viajar com criança é igual pra todos os pais rsrs..... uma diversão, e uma canseira! já pensaram como seria sem ela? inimaginável né?

    ResponderExcluir