segunda-feira, 17 de maio de 2010

Viagem de Férias para a Bahia - parte 1

Parte1: Férias!
Parte2: Chegada ao hotel e primeiro dia
Parte3: Segundo dia: Mais chuva
Parte4: Terceiro dia: Finalmente o Sol!
Parte5: Visita à Praia do Forte e ao Projeto Tamar
Parte 6: Restante da viagem e conclusão


Férias!

Tiramos duas semanas de férias e resolvemos passar uns dias em um resort no Nordeste. Escolhemos o Iberostar Praia do Forte. A Praia do Forte fica na Bahia, no município de Mata de São João, próximo de Camaçari. É uma área de proteção das tartarugas e das baleias jubarte (projeto Tamar).

Mamãe, Lolly e papai no Iberostar Praia do Forte

Além de parecer muito bom o hotel, escolhemos a Praia do Forte devido ao fato de estar a apenas uma hora e meia de vôo saindo de Brasília. O transfer também era relativamente curto (uma hora de carro saindo de Salvador). Viajando com a Laurinha, de um ano e três meses, não podemos nos dar ao luxo de passar várias horas no avião. Já foi difícil somente uma hora e meia! Nem imagino como seriam, digamos, cinco horas de viagem!

Na verdade, essa viagem já era para ter acontecido em abril, mas com o episódio com as mãos da Laurinha tivemos que adiar. De fato, tivemos que cancelar, pois a empresa de turismo (Shoptime Viagens) somente nos deu tal opção e, com a justificativa médica, vão nos devolver o valor pago. Achei meio burrice deles, pois acabamos por comprar o pacote com outra empresa, a Litoral Verde, muitíssimo menos burocrática. Na Shoptime, qualquer contato leva vários minutos de espera no telefone e qualquer alteração leva dias ou até semanas para se saber se é possível, ou quanto é necessário pagar a mais. No fim das contas, fomos muito melhor atendidos e, apesar de comprar o pacote com apenas 20 dias de antecedência (o anterior tinha sido com 5 meses!), conseguimos mais diárias e por um preço menor!

Ainda falando sobre a Shoptime Viagens, ela é, na verdade, do Submarino Viagens. Ou seja, tem a mesma qualidade do Submarino, que atualmente encaro da seguinte forma: rapidíssimo de comprar, mas se der problema, reze! Submarino já foi muito bom...

 Resort Iberostar Praia do Forte

Bom, voltando a falar da viagem, há dois hotéis Iberostar na Praia do Forte, um ao lado do outro: o Praia do Forte e o Bahia. O primeiro, que é onde ficamos, é maior e tem uma infraestrutura melhor, pelo que lemos nas resenhas. De fato, tem até campo de golfe para quem curte. Este site aqui dá uma boa idéia de como é o resort.

Fomos quatro pessoas nessa viagem: eu, a Junia, a Laura e a babá. Preferimos levar a babá para podermos descansar um pouco, deixando a Laurinha com ela de vez em quando. A ida foi relativamente tranquila, pois por experiências anteriores, havíamos feito um checklist de viagem. Quando se viaja com uma criança pequena isso é importante. Levamos conosco o bichinho de pelúcia preferido, a babá eletrônica, o berço, a cadeirinha do carro, dentre (muitos e muitos) outros itens. Sempre levamos a cadeirinha quando sabemos que teremos que viajar de carro também. Nesse caso, desceríamos no aeroporto de Salvador e pegaríamos um transfer até a Praia do Forte, o que daria 1h de viagem de carro.

Pegamos um vôo no domingo, dia 16 de maio, saindo às 9:20 de Brasília para chegar às 11:10 em Salvador. E saiu no horário. Na verdade, fomos até chamados pelo autofalante do aeroporto, pois tivemos que dar uma passadinha na farmácia e quando percebemos o embarque já estava encerrando!

Papai, mamãe e Laurinha no avião

O avião estava bem vazio, tanto que pudemos pular da quarta para a primeira fila, que é mais espaçosa. Isso foi legal para a Laurinha, pois pôde sentar no chão para brincar.

Brincando no chão do avião, entre as nossas pernas

Mas não foi só no chão que ela brincou! Como da última vez que voamos, ela queria toda hora ficar andando pelo corredor. E o pior é que tinha gente dormindo que ela acabou assustando ao segurar na pessoa para se apoiar ou dando nelas com sua garrafa de água vazia! Ainda bem que a babá é quem estava com ela para pagar o mico :-)

Laurinha após dar garrafadas e acordar o povo!

Como sempre, após algum tempo a Laurinha começou a ficar inquieta e querendo sair daquela lata de sardinha. Não é para menos, todo mundo fica assim mesmo. A diferença é que sabemos nos controlar e temos paciência de esperar o pouso. Ela ainda não sabe que é preciso esperar! Mas até que foi tranquilo. De fato chegamos a Salvador uns 15 minutos antes do previsto.

Chegada ao aeroporto de Salvador (ufa, chega de avião!)


Depois de pegar nada menos que SEIS malas que despachamos, encontramos nosso transfer. Já estavam nos esperando com a famosa plaquinha (com meu nome). A van era bem confortável, mas foi meio difícil instalar a cadeirinha da Laurinha. Também não gostei muito do fato de não ter cinto de três pontas, que é o mais seguro para cadeirinhas de criança. Mas enfim, após quase uma hora de carro, finalmente chegamos ao hotel. E a Laurinha ainda conseguiu dormir por uns 40 minutos no caminho, o que é bom, pois geralmente ela fica de bom humor depois de uma soneca.

Próximo: Chegada ao Hotel e primeiro dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário