quinta-feira, 20 de maio de 2010

Viagem de Férias para a Bahia - parte 4

Parte1: Férias!
Parte2: Chegada ao hotel e primeiro dia
Parte3: Segundo dia: Mais chuva
Parte4: Terceiro dia: Finalmente o Sol!
Parte5: Visita à Praia do Forte e ao Projeto Tamar
Parte 6: Restante da viagem e conclusão

Terceiro dia: Finalmente o Sol!

Finalmente  o dia seguinte amanheceu com um lindo sol! Às 7:00 já estava muito ensolarado e, claro, a Laurinha já estava de pé, como sempre. No quarto, o que ela mais gostava de fazer era se olhar no espelho! Eram quartos conjugados e havia um espelho na altura dela em cada quarto, um de frente para o outro. Ela ficava correndo de um para o outro, cantando, conversando, dançando, etc., muito engraçadinho!

Laurinha e seu novo brinquedo: o espelho!

Com um dia bonito desses, após dois dias chuvosos, não perdemos tempo: corremos para o café e fomos à praia. E, de cara, a Laurinha endoidou quando viu um cavalo passando. Levamos ela até lá e, embora achássemos que ela teria medo, até que estava bem tranquila, o que nos permitiu tirar uma foto, claro! Mais tarde caiu a ficha de que o moço tão gentil estava ali a trabalho e esperava alguma retribuição. Como não há motivos para andar com carteira num resort all inclusive, ficou chupando o dedo, infelizmente (foi mal! :-)

Quem não tem uma foto no cavalinho, né?

Com um dia tão belo, aproveitamos para uma sessão de fotos na praia, claro!

Minhas estrelas do mar!

Por falar em fotos, compramos uma câmera fotográfica especialmente para essas férias, pois a que tínhamos não podia ser chamada assim, uma tal de Mitsuca, que estourava todas as fotos com flash e que depois de um ano e meio já estava toda lascada! A nova é uma Panasonic Lumix TS1 de 12 megapixels.

Papai, mamãe e Lolly

Eu a escolhi especificamente devido a duas características: é à prova de praia (e de areia) e grava vídeos em HD (720p). Também é à prova de choque (até 1,5m). Queríamos a princípio comprar tanto uma máquina fotográfica quanto uma filmadora HD, mas essa parecia reunir o que queríamos em um só equipamento. E fiquei reazoavelmente satisfeito, embora esperasse um pouco mais da qualidade das fotos em baixa iluminação.

Olha a pose!

Claro, não se pode ter tudo. Principalmente quando se trata de uma câmera à prova d'água. O fato de poder ficar despreocupado com o fato de cair água ou areia no equipamento já é um grande diferencial. Mas a estória não é tão bela assim, pois a manutenção é chatinha para se garantir que a vedação não seja danificada pela presença de grãos de areia nas portinha das conexões e da bateria. No meu caso, alguma coisa deu um pouco errado, pois várias vezes a lente embaçou. Mas depois acabava desembaçando sozinha depois de alguns minutos longe da umidade.

Hipnotizada pela areia

Mudando de assunto, a Laurinha se divertiu bastante na praia. Ficava o tempo todo pedindo para desenharmos círculos, quadrados, triângulos e retângulos na areia. É que ela é fã do Mr. Maker e seu quadro "The Shapes", em que essas formas pulam da estante, fazem uma dança e em seguida uma delas mostra um jogo (quantos quadrados tem a figura, que figura os triângulos vão formar, etc).

Ela ficou louca com a areia e toda hora queria pegar um punhado e jogar em nós, nas toalhas e até na câmera. Também gostou de pegar punhados de areia e jogar nas ondas.

Assistindo à água apagar seus desenhos


Quanto às roupas da Laurinha, além dos biquininhos e maiôs, compramos aquelas fraldas de natação para ela, mas vimos que não são muito boas para a praia: deixam entrar a areia, mas não deixam sair. Ela só as usou na piscina mesmo. Na praia ela ficou só com o biquini, mas não fez cocô nenhuma vez. De fato, está cada vez mais raro que faça cocô durante as atividades. Normalmente faz quando está parada por algum tempo.

Preparando um mergulho na piscina do bar

Uma coisa que o hotel tem de sobra são piscinas! São seis ao todo, além de uma de hidromassagem. Estão divididas em dois conjuntos de três, sendo que um deles é o mais badalado e é onde ficam os animadores, promovendo aeróbica, bingo e diversas brincadeiras super legais! Tão legais que preferimos ficar no segundo conjunto de piscinas, que ficava às moscas e por isso mesmo ficávamos mais à vontade com a Laurinha. 

Mergulhando (com o Maresias ao fundo): Jump Lolly!



Mas nos primeiros dias ainda frequentávamos a piscina do bar, mais acessível por ser mais próxima do nosso quarto, além de ser bem grande e, como o próprio nome indica, ter um bar. Depois percebemos que o fato de ter um bar com marmanjos bebendo cerveja o dia inteiro poderia não ser tão bom para a saúde da Laurinha por motivos óbvios. Passamos a frequentar somente as piscinas mais vazias, apesar de serem mais longe.

Descansando na beira da piscina

Uma coisa que chamava a atenção era a limpeza da água. A qualquer hora estava sempre totalmente transparente em todas as piscinas. Devia ter algum sistema que renovava a água constantemente.

Próximo
Anterior

Nenhum comentário:

Postar um comentário