terça-feira, 7 de abril de 2009

Babá

Contratamos nossa babá mesmo antes de a Laurinha nascer, lá pelo oitavo mês. Mas nossa busca começou uns dois meses antes disso...

No início, tentamos utilizar uma agência de recrutamento para encontrar uma babá que tivesse o perfil mais adequado para nós. Descobrimos a Kanguruh, que pareceu ser uma boa agência. Tínhamos a esperança de que acharíamos alguém que satisfizesse nossas expectativas em poucas semanas.

Traçamos o perfil e decidimos, num primeiro momento, que queríamos alguém para dormir no trabalho. Entrevistamos várias candidatas, mas percebemos que seria mais difícil do que imaginávamos. Ora a candidata não tinha o mínimo de qualificações, ora não tinha disponibilidade para dormir, ora tinha filhos pequenos, etc... Decidimos então rever o perfil e procurar por babás só para o período diurno, mas que tivessem possibilidade de dormir no trabalho de vez em quando.

Mesmo com a mudança de perfil, estava difícil achar uma boa candidata. A Kanguruh também não estava filtrando muito bem as pessoas antes de nos apresentar para entrevistar. Começamos a pedir que nos enviassem antes o currículo para evitar que nos deslocássemos até a agência para fazer uma entrevista que não daria em nada. Mesmo assim, não estava resolvendo. A Kanguruh tem uma proposta muito boa como agência de babás, mas para nossas exigências estava demorando muito a nos dar um resultado.

Começamos a entrevistar algumas pessoas fora da agência, indicadas por amigos. O problema é que alguns perfis que servem para babás de seus amigos podem não servir para você!

Começamos a achar que estávamos sendo muito exigentes até que uns bons amigos nos indicaram nossa atual babá, a Adjane. Apesar da escolaridade ser mais baixa do que buscávamos inicialmente, ela se adequa a todos os outros requisitos e mesmo os supera. E é daquelas que não precisa ser ensinada pra agir do jeito que você gostaria: ela observa tudo o que fazemos e faz igual ou melhor. Além do que, ela adora crianças e a Laurinha se dá muito bem com ela!

Nenhum comentário:

Postar um comentário