sábado, 19 de outubro de 2013

Powerpuff mania

Powerpuff Girls - Meninas Supepoderosas
Bubbles (Lindinha) , Blossom (Florzinha) e Buttercup (Docinho)

A Laura encontrou as Powerpuff Girls (Meninas Superpoderosas) no Youtube, como aconteceu com outros personagens de que ela gosta ainda hoje, como os Bubble Guppies e Superwhy.

Vimos o interesse da Laura pelas Meninas com alguma preocupação, pois é um desenho que tem conteúdo violento, que eu acharia inadequado até para a faixa etária a que se destina, que é em torno dos 7 anos. Mas, como não costumamos proibir o que achamos "gerenciável", as Meninas passaram a fazer parte do repertório de programas que a Laura assiste. Não estimulamos, sempre oferecemos outras opções, mas não proibimos.

O que vemos como vantagem neste acesso monitorado é a oportunidade de preparar a Laura para contato com coisas do gênero, já que nem sempre estaremos presentes. Assistindo com ela, podemos discutir (o mais breve, leve e em linguagem que ela entenda) as atitudes e valores que consideramos condenáveis e reforçar o que consideramos correto.  Achamos que guiando e não protegendo excessivamente é que contribuimos para o desenvolvimento dos seus valores e senso crítico. A esperança é que, no futuro, ela mesma vá separar o joio do trigo. De qualquer forma, preferimos que assista outros desenhos como os Bubble Guppies ou os Backyardigans, dentre muitos outros que ela gosta e que são especialmente preparados para sua faixa etária e promovem habilidades e valores que aprovamos.

As PPG (Powerpuff Girls) são mania também entre internautas que usam softwares como o Paint do Windows, para desenhar as PPG ou para criar personagens inspirados no mesmo estilo. Muitos gravam suas sessões de desenho e postam no Youtube.  Estes vídeos também viraram mania da Laura e chegaram a superar a sua preferência pelos episódios das PPG. Não só isso, a Laura começou ela mesma a desenhar as PPG no papel, no iPod, iPad e a pedir que desenhássemos as PPG para ela colorir no computador. Desde então este virou praticamente o único tema de seus desenhos e ela já produziu uma infinidade deles.

Enfim, a "mania" que vimos com reserva, acabou se mostrando oportunidade também para a Laura desenhar quase todo dia, além de aprender a usar o mouse, coisa que ela não fazia ainda. Embora ela use o iPod com frequencia, nunca estimulamos o uso do computador. E nos surpreendemos como ela aprendeu rapidamente a usar o Paint para colorir seus desenhos. Com isso, ela tem praticado atividades para exercitar a coordenação motora fina que achamos muito bem-vindas, já que esta é uma área em que a Laura ainda tem um pouco de dificuldade. Costumamos colar no Paint algum desenho em preto e branco para colorir (na maioria das vezes ela pede as PPG!). Tem utilizado muito bem o mouse e consegue acessar as funções mais comuns utilizadas para colorir: escolhe as cores (até mesmo cria personalizadas), rola a tela, dá zoom, usa o desfazer/refazer e utiliza as ferramentas de preenchimento sozinha. Mas ainda não arrisca desenhar direto no Paint, que até para um adulto é difícil!

A Laura também adora fazer casais das PPG com os Rowdyruff Boys (RRB), que, originalmente inimigos das Powerpuff,  caíram no gosto dos fans como pares românticos das Meninas. Além disso, nos seus jogos de faz-de-conta, as PPG e os RRB são temas recorrentes, com direito a papéis para mim e o papai! Ela gosta de ser quase sempre a Blossom (Florzinha), a líder, é claro.

Laura também criou seu próprio personangem: ela é a Powerpuff "Bright Sunshine", cujas cores são dourado e azul escuro. 


Lolly nas férias de julho: colorindo as PPG desenhadas por mim

PPG pintadas na aula de arte

Muitos, muitos desenhos!


Em detalhe: desenho feito no início de outubro

Um dos últimos desenhos de coloring pages que ela coloriu no computador

Play doh Blossom & Brick
PPG usando blocos da app "Toca Builders" no iPod

Blossom usando a app Gigerbread Fun!


Julho: PPG usando os dedos em uma app no iPod
Outubro: evolução dos detalhes em poucos meses, usando a mesma app no iPod! 

Passamos a ter acesso ao Netflix americano há poucos dias e a Laura já achou as PPG (ai, ai ...). No Netflix brasileiro não tinha. Ficamos com receio de que iríamos entrar numa nova fase de  assistir episódios, mas, felizemente, como há tantas de opções de programas, comparados ao Netiflix brasileiro, ela tem explorado outras opções também.

2 comentários:

  1. Olá, Junia!Parabéns pela Laurinha!!estou encantada com a aprendizagem dela em inglês. Pesquisando um site sobre bilinguismo vi um comentário seu sobre o assunto e acabei chegando aqui. Gostaria de conversar com vc, pois tenho um filho de 4 anos e queria estimular mais ele a aprender o inglês. Um abraço, Viviane (tolvi2011@gmail.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Viviane, obrigada! Será um prazer trocar experiências. Abraço.

      Excluir