domingo, 22 de maio de 2011

Playground em casa

A Laurinha adora um pula pula :-) O primeiro ela ganhou quando tinha por volta de uma ano de idade e tinha formato circular. Gostava que a colocássemos nele e ficava caindo de costas! Ainda não sabia pular de verdade. Esse nós levamos pra Sete Lagoas no último natal e deixamos lá, pra ser um trambolho a menos pra levar da próxima vez!

Felipe e Laurinha no primeiro pula-pula, que deixamos em Sete Lagoas

O outro nós compramos no fim do ano passado, justamente para substituir o que foi para Sete Lagoas. Ele parece ser melhor um pouco e é no formato de um castelo, sendo quadrado. Ocupa menos espaço porque se encaixa nos cantos da sala, mas o tamanho é o mesmo que o do anterior.

Laurinha e o segundo pula-pula, armado na sala

O terceiro foi um trampolim que compramos para poder desinflar o pula pula de castelinho e sua compra foi meio inesperada.

Tínhamos ido ao Extra comprar umas fraldas e a Laura já chegou procurando pelo balanço que fica armado lá na seção de jardinagem, mas eles o tinham retirado. Depois viu um trampolim encostado em umas caixas e se interessou. Eu o virei ele para ela subir e ela se esbaldou! Não queria mais sair dali! Decidimos comprar, pois já queríamos mesmo algo assim pra poder desarmar o pula pula que estava ocupando quase metade da sala havia várias semanas. Colocamos no carro e fomos pro parque e ela esqueceu completamente dele. Mais tarde chegamos em casa e ela foi tirar sua soneca enquanto eu aproveitava pra montar o pula pula.

A Laura acordou do sono da manhã por volta das duas e bem falante. Disse que tinha brincado no escorregador e com playdoh e começou a cantar músicas da escola. Devia ter sonhado!

Daí eu disse que tinha uma surpresa na sala. Ela veio atrás de mim, correndo. Viu o trampolim montado e adorou. Pulou até e pediu para assistir Chicken Little deitada nele :-) Nem queria almoçar, mas depois a convencemos. Mesmo assim, não comeu muito e quis descer da cadeira pra brincar. Deu trabalho desinflar o pula pula e montar o trampolim, mas valeu pela alegria dela. Engraçado é que estamos chamando de "trampoline" mas ela nos corrige e diz "no, it's the jumpo!!!". Provavelmente é como chamam na escola.

Laurinha no "jumpo"

Ela também já tem em casa, há vários meses, uma tenda com piscina de bolinhas. Faz a maior bagunça quando entre e sai, jogando bolinhas pra todo canto. Mas sempre insistimos para que ela mesma recolha as bolinhas que tenham caído fora da tenda, o que ela, cedo ou tarde, acaba fazendo. Aliás, haja paciência, pois nossa tática é o convencimento e não a imposição pela autoridade. Até porque queremos que execute suas obrigações de bom grado e não na base da força.

Laurinha e sua amiga Bibi na tenda de bolinhas

Pra completar o playground em casa, mandamos instalar um balanço na cozinha pra ela se divertir quando não der pra sair de casa. Ela adorou, embora a instalação não tenha ficado muito boa, pois o assento acaba ficando um pouco de lado.

Balançando-se na cozinha

Fora isso, tem as cambalhotas no sofá, os pulos na cama, as dancinhas em cima dos puffs, etc. Tentamos não vetar o que ela faça que não incorra em riscos de se machucar, pois queremos mais é que desenvolva muito bem suas habilidades motoras. Enfim, deixamos que ela se diverta bastante também dentro de casa. Juntando isso com a escola pela manhã, a natação à tarde duas vezes por semana e idas diárias aos playgrounds próximos de casa, achamos que deve ficar bem cansada! Seria muito bom se isso se refletisse em noites de sono bem dormidas, mas a danadinha ainda tende a acordar de madrugada com alguma frequência. O consolo é que já foi pior e está melhorando aos pouquinhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário