segunda-feira, 20 de julho de 2015

Segunda gravidez: as diferenças

Como disse no post anterior, segunda gravidez é muito diferente.  A vida da família continua e é preciso conciliar as demandas da gravidez com este dia-a-dia.

Foto do ensaio fotográfico feito com 29 semanas. By Eternizando Momentos

Pra começar,  serão poucos posts sobre o assunto e não detalhes a cada consulta ou novidade, como na gravidez da Laura. :)   E mais diferenças:

Sono e paparicos: como faço 7 horas corridas no trabalho, na gravidez da Laura tinha o privilégio de chegar em casa e, simplesmente... dormir! Fazer isso agora? Só em sonhos. No máximo uma soneca de dia no fim de semana... De vez em quando...

Com tempo sobrando, tanto porque não tínhamos a Laura como pelo fato de trabalhar menos horas que hoje, o Douglas conseguia me acompanhar em tudo e paparicar muito mais. Estava comigo das compras às consultas. Agora, muitas vezes tem que escolher de que ultrassom ou consulta participar.

Enxoval: falando em compras,  agora (mais que nunca!) faço tudo online. Das roupas ao papel de parede. Na gravidez da Laura comprei quase tudo em lojas físicas. Agora o inverso é a realidade. Sem falar que, com a experiência adquirida nestes anos, estou gastando muito menos. Conta o fato de saber melhor o que comprar. E a experiência de compras no exterior também me deixou mais exigente quanto a preço e qualidade.

Enxoval: Outlet Americano online
Embora o dólar alto e a cautela com a gravidez  (apesar da médica liberar) tenha feito com que desistíssemos de viajar para os EUA para fazer enxoval, comprei praticamente todas as roupas da
Isabella fora, além de muitos acessórios, como mamadeiras e bomba para tirar leite. Normalmente calculo o valor dos artigos já com imposto de importação antes de me decidir e, ainda assim, vale a pena. É impressionante como alguns artigos são absurdamente caros no Brasil. Como em muitas das compras não fui taxada, foi bastante vantajoso.

A decoração estou fazendo quase toda pelo Elo 7. Já  tinha tido uma ótima experiência com a organização do aniversário de 5 anos da Laura e resolvi repetir a dose. Mesmo comparando com preços de 6 anos atrás, estou gastando metade do que gastei. E pagando frete. É mais complicado comprar decoração online, de várias lojas diferentes. Tenho que coordenar os itens e ás vezes o monitor te engana. Já tive que devolver o kit de berço porque a cor "ao vivo" era diferente do que aparecia na tela do computador. Mas está valendo muito a pena.



Decoração: tudo pelo Elo 7

Moda gestante: na gravidez da Laura, fiz um guarda-roupa de gestante. Depois da gravidez não queria nem ver os vestidos. E a maioria não dava pra usar mesmo. Desta vez achei desnecessário. Estou usando as roupas mais largas que tenho sem problemas. Tirando algumas leggins e sapatos baixos (que vou usar depois que a Isabella nascer...) não comprei nada específico pra grávidas.

Saúde: na gravidez da Laura tive incisura (uma alteração no fluxo sanguíneo das artérias uterinas, que pode resultar em problemas de pressão), mas que não me causou problemas de pressão.  Até o momento, este problema não apareceu.

Agora estou tratando um anemia leve, que não lembro de ter tido na gravidez da Laura. Como minha pressão já é baixa e a anemia, mesmo sendo leve, faz baixar mais ainda, estou impedida de fazer atividades físicas mais intensas. Liberada só para caminhadas leves. No último hemograma deu tudo quase normal, a suplementação de ferro está fazendo efeito.

Aquelas coisinhas da gravidez: como na da Laura, tive enjoo a partir da 6a semana. Mas foi menos intenso e não precisei tomar medicação. Em compensação, durou mais. Com a Laura acabou com 17 semanas. Com a Isabella, um pouco depois da 20a semana!

Fiquei mais preocupada com problemas de formação e genéticos por conta da minha idade, mas correu tudo bem. Isso fez com que adiássemos mais o anuncio da gravidez: na da Laura anunciamos depois de 8 semanas.  Na da Isabella já estava com 13 quando contamos.

29 semanas e 1 metro de barriga!

 A barriga está tão grande quanto na gravidez da Laura, embora eu tenha ganhado menos peso até o momento.

Na gravidez da Laura não consegui uma boa nutricionista e acabei não fazendo um bom acompanhamento.  Desta vez estou com uma ótima profissional, que realmente contribuiu para melhorar a alimentação não só minha, como de toda a família.

Também estou monitorando a diástase. Na gravidez da Laura, nem sabia que existia. Aliás, nunca parei de fazer os exercícios de manutenção, mesmo no 1o trimestre. 







Laura: curtindo todos os momentos!

E está sendo incrível viver este momento com a Laura. Ela está curtindo demais, o que nos deixa muito felizes também. Sabemos que haverá uma adaptação à nova realidade quando a Isabella nascer, mas estamos com uma boa expectativa. Estou agora para completar 32 semanas e em contagem regressiva!

Nenhum comentário:

Postar um comentário