quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Barriguinha pós-parto - resultados da 1a fase

Ontem foi a minha primeira avaliação da evolução da diástase após o início do uso da faixa e continuidade da rotina de exercícios.

No meu post anterior não tinha dado todos os detalhes da medida da diástase. São avaliados 3 pontos: umbigo, alguns centímetros acima e alguns centímetros abaixo.  Os critérios são largura (quantos dedos cabem entre os músculos retos) e profundidade (superficial, média ou profunda). A minha situação era a seguinte:
  1. acima do umbigo: 6 dedos - profunda
  2. umbigo : 5 dedos - profunda
  3. abaixo do umbigo: 4 dedos - profunda
Confesso que fui para a avaliação meio insegura, pois passamos cerca de uma semana na praia. Mantive a rotina de exercícios, mas, por motivos óbvios, tive que diminuir o uso da faixa durante o dia. Tentei compensar dormindo com a faixa alguns dias...  Mas vamos aos resultados.

Situação após três semanas de tratamento:
  1. acima do umbigo: 3 dedos - média
  2. umbigo : 3 dedos - média
  3. abaixo do umbigo: 2 dedos - superficial
É incrível! A resposta foi muito rápida.  Eu já tinha percebido visualmente, mas como a gente se vê todos os dias, acaba não notando como a mudança foi grande. Na consulta, a Rafaela também mostrou minhas fotos da visita anterior e as de ontem e fiquei de queixo caído. No final do tratamento vou publicá-las. É impressionante. De quebra, você vê os músculos definindo na barriga, coisa que nunca tive!

Segundo a Rafaela, se continuar assim, é possível que eu tenha alta já na próxima avaliação :-)

Não poderia deixar de dizer também que está sendo uma parte legal desta experiência compartilhar esta informação com as pessoas, muitas com o mesmo problema e que nunca tinham ouvido falar em díástase e trocar experiências.

22 comentários:

  1. Olá Junia,
    estou escrevendo para saber como vc avalia o resultado obtido com a tecnica tupler? Conseguiu terminar o programa? Estou na primeira semana, sigo esperançosa. rs.. Abraços, Lílian

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lilian,
    fazendo com acompanhamento ou sozinha, devem ser tiradas medidas da circunferência do seu abdomen na região do umbigo, uns três centímetros acima e uns três abaixo, além de fotos de perfil e de frente.Isto deve ser feito a cada ciclo de 3 semanas. Assim você monitora o progresso. Pelo menos no meu caso, de um ciclo para outro deu muita diferença. Sem falar que você começa a perceber visualmente também.

    Eu ainda não tive tempo de terminar o post sobre o fim do tratamento, mas posso te adiantar que no meu caso a diástase já está fechada. Pode acreditar, é só seguir direitinho.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que maravilha, hein?? Fico feliz por vc.

    Na realidade, assim como vc, estou sendo acompanhada pela Rafaela..

    Muito legal vc compartilhar esse assunto aqui no blog. Parabéns. :)

    ResponderExcluir
  4. Será que tem técnicos Tupler aqui em Munique?

    ResponderExcluir
  5. Dê uma olhada nos profissionais certificados na técnica Tupler em
    http://diastasisrehab.com/licensed-pros.htmlhttp://diastasisrehab.com/licensed-pros.html
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  6. Na Europa só há técnicos na Grécia e Reino Unido, portanto vou começar em janeiro treino à distância com a própria Julie. Ainda não vi a profundidade da minha diastase porque até tenho tido medo de tocar na minha barriga, que parece de grávida de 5 meses, apesar de já ter tido o bebe há mais de 3. Como está a tua diastase agora? E foi fácil integrares os exercícios na tua vida diária?
    Obrigada pela partilha! Espero poder vir a fazer o mesmo por outras pessoas em breve.
    Filipa

    ResponderExcluir
  7. Oi, Filipa,
    Tenho muito pouco espaço na minha rotina e mesmo assim achei fácil incluir os exercícios nas minhas atividades diárias. Minha diástase está fechada e continuo fazendo os exercícios como manutenção. Tem sido ótimo, a aparência da minha barriga melhorou mais. O método não vai resolver todo o problema, se também tiver flacidez e gordura pra tratar, talvez seja necessário combinar uma dieta. No meu caso, a mudança foi dramática. Siga as orientações da Julie e confie. Tenho certeza que não vai demorar para compartilhar o seu sucesso com outros! Boa sorte!

    ResponderExcluir
  8. Obrigada por responderes! Só mais uma pergunta - o teu parto foi normal ou cesariana? O meu foi cesariana e li no site da Julie que a cicatriz dificulta a recuperação da diastase naquela zona, e que, portanto, se deve fazer um tratamento de fisioterapia para descolamento dos tecidos. Caso tenhas tido cesariana, fizeste esse tratamento também? Obrigada, mais uma vez!
    Filipa

    ResponderExcluir
  9. Cara Filipa,
    meu parto foi cesariana, sim e este tratamento do qual você falou é novidade pra mim. Nem tinha conhecimento desta necessidade. Portanto não o fiz, e os resultados foram excelentes.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Junia,

    Comecei a usar a faixa e fazer alguns exercícios há 3 dias e já noto diferença! É impressionante! A minha barriga, quando comprimida, já se parece muito como costumava ser quando relaxada. Parece-me que por este andar vai ficar muito melhor agora do que antes da gravidez! Depois de 1 mês de fisioterapia sem nenhuns resultados estou super contente.
    Penso que também terei mais dificuldade a fechar em baixo, até porque a faixa está sempre a subir. Portanto irei seguir os conselhos que te deu a Daniela, assim que a parte de cima esteja tratada. Não sei como isto ainda não é muito conhecido. Em Portugal há ainda muitas mulheres que nem sabem sequer que têm diastase. Conheço quem diga que os músculos foram cortados na cesariana e que por isso a barriga nunca mais foi a mesma, quando os músculos não são cortados. Na verdade devem ter é uma diastase... Já agora, fizeste o tratamento, com a faixa e o plano de exercícios manhã-tarde-noite, durante quantas semanas?
    abraço e bem haja por divulgares (deu jeito ler sobre isto em português)
    Filipa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Filipa, gostava de saber se também vive em Portugal e, se sim, como fez para adquirir a faixa e conseguir acompanhamento à distância com a própria Julie? Obrigada

      Excluir
  11. Oi, Filipa,

    O resultado é muito rápido mesmo, principalmente nas 3 primeiras semanas. Não sei se isso ocorre com todas.

    Recebi alta do uso da faixa após 10 semanas. Mas, no meu caso, só depois que passei uns dias sem a faixa é que pude ver como a barriga ficou realmente. Digamos que a faixa teve um efeito "Cinderela": minha barriga ficava linda durante o tempo que estava usando, mas o resultado final eu só vi depois que parei de usar a faixa. Algumas pessoas conseguem alta em 6 semanas.

    De qualquer forma, depois de uns 2 meses de manutenção (rotina de exercícios) minha barriga ficou como eu queria. Mas já estava bom quando terminou o tratamento; é que a gente vê o potencial dos exercícios e acaba ficando exigente...

    Acho que o problema da diástase não é muito conhecido mesmo. Muitas das minhas amigas só souberam por mim ou já tinham ouvido falar em solução cirúrgica. Por isso achei que seria bom divulgar no blog, pois só consegui esta informação por pura sorte.

    Não sei se já procurou, mas tenho outros posts sobre o meu tratamento. Fazendo a busca na página do blog por "diástase" você vai achar os posts relacionados.

    Abraço,
    Junia

    ResponderExcluir
  12. Olá Junia,
    Descobri a pouco tempo que meu problema na barriga se chama diástase, já obtive informações sobre a técnica tupler, fiquei mt feliz ao saber que tem solução, porém moro em Recife-Pe e sei que as duas únicas licenciadas no Brasil moram em Brasília. Como faço para adquirir o programa( faixa, dvd e livrinho)?Já tentei falar através de email e fone com a Rafaela, mas infelizmente não me respondeu, pq está de repouso por causa da gravidez. Não tenho como ser avaliada por ninguém devido a distância. Por favor Junia me ajude! Como posso comprar esse programa? Verifiquei o site da Julie Tupler, mas tá td em inglês.
    Aguardo sua resposta.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Adrielly,
      se você não tiver quem traga para você dos EUA, acho que não dá para comprar o material online, até onde me lembro, eles não vendem para o Brasil. A opção é mesmo comprar com as profissionais licenciadas. Até porque o material comprado nos Estados Unidos vem em inglês.

      Realmente, fora o material fornecido pela Rafaela e pela Patricia, não conheço material em portugues. Tudo que descobri antes de achar a Rafaela, foi lendo o livro da Julie, em inglês.

      A Rafaela atende online, mas agora com a gravidez, não creio que isso será possível... Você já tentou contato com a outra profissional certificada, a Patrícia Farago? Segue o site dela http://www.patriciafarago.com.br/.

      Não a conheço, mas acredito que todos os profissionais certificados prestem um bom serviço. Quem sabe ela pode te atender a distância?

      Boa sorte!

      Excluir
    2. Junia, obrigada por me responder!
      Já tentei sim falar com a Patrícia, mas ela pensou q eu morava em Brasília, então não tirou todas as minhas dúvidas. Enviei outro email pra ela, porém ainda não me respondeu!
      Me tire algumas dúvidas: Pra iniciar seu tratamento (depois da avaliação com Rafaela)vc adquiriu o dvd, a faixa e o livro? ou só a faixa e o livro? Pois sei q na consulta com ela a pessoa não recebe o dvd. Se eu conseguir comprar com a Drª Rafaela só a faixa e o livro, consigo fazer sozinha em casa? No livro vem explicando os exercícios? ou precisarei tbm do dvd para conseguir o resultado esperado?
      E quanto custa a faixa e livro?
      Obrigada. Aguardarei retorno.
      Adrielly

      Excluir
    3. Adrielly,
      enquanto esperava a primeira consulta, eu comprei o livro da Julie e seguindo o que estava no livro, fiz o autoexame e comecei a praticar os exercícios sozinha, sem faixa.

      A consulta com a Rafaela foi fundamental para avaliar com precisão a minha diastase, fazer correções na maneira como eu estava fazendo os exercícios, principalmente a forma de respirar e opções para fazer os exercícios de forma mais eficiente e rápida. Além disso, a Rafaela é uma estudiosa do assunto e dá outras dicas que não estão na técnica Tuppler.

      O tratamento é basicamente feito sozinha em casa mesmo. A Rafaela explica o método e como fazer os exercícios. As consultas servem para avaliação, ponto de controle, correção e para passar novos exercícios.

      Saiba também que nem todo mundo precisa usar a faixa. Então tem que fazer a avaliação com um profissional pra definir qual é o seu caso. Também o tempo de tratamento varia, dependendo de como está a sua diástase, da sua disciplina na prática dos exercícios e de como seu corpo responde ao tratamento.

      Com a Rafaela eu só adquiri a faixa. O kit que ela entrega na consulta vem também com um guia em português, com o resumo do método.

      Eu considero a consulta importante, no meu caso fez muita diferença, mas não conheço o DVD. Talvez com as orientações do DVD seja possível fazer sozinha.

      Abraço,
      Junia

      Excluir
    4. P.S.. Comprei o livro na Amazon, versão para Kindle, por U$ 9.90. Na época (julho de 2012), a faixa custou R$ 200,00.

      Excluir
  13. Olá Junia,
    Consegui entrar em contato com a Rafaela pela net, já comprei o livreto e a faixa, mas tenho algumas dúvidas sobre alguns exercícios. Por exemplo, levar o abdomem para o 5 andar, oq isso quer dizer? Por favor Junia, se vc puder entre em contato comigo pelo face ou email para me explicar só alguns detalhes, estou com a autoestima lá embaixo por causa dessa barriga, e como moro em Recife, não tenho como ser avaliada pela Rafaela aí. Se puder agradeço muito mesmo. Meu face Adrielly Campelo e email adriellyc22@hotmail.com
    Muito obrigada, aguardo retorno.

    ResponderExcluir
  14. olá vc pode sim ou nao passar umas dicas por email?? de exercicios ou de como usar a cinta!!!obrigada alinematiolamendes@hotmail.com

    ResponderExcluir
  15. Cara aline, o que tinha para compartilhar da minha experiência, está nos posts. O que posso dizer sobre o uso da cinta:

    1) tem que usar sempre. Se por algum motivo não pode usar durante o dia, durma com ela para compensar
    2) como a faixa sai do lugar, a Rafaela recomendou o uso em duas posições: uma que pegava mais acima do umbigo e em outra fase do tratamento mais do umbigo para baixo. O que quero dizer é que a faixa vai pegar o umbigo e num caso o resto da faixa vai pegar mais acima e no outro mais abaixo.

    Mais que isso, não me sinto em condições de orientar, pois não sou uma profissional habilitada e acho que não estaria sendo responsável se o fizesse. Só uma análise individualizada poderá te dar dicas que realmente funcionam pra você.

    Espero que seu tratamento esteja dando certo.
    Abraço, Junia.

    ResponderExcluir
  16. Junia... após muito pesquisar achei essa técnica nas minhas pesquisas e logo em seguida achei vc. Estou desesperada, com depressão e desanimada em fazer dieta ou emagrecer, pois sei que essa barriga continuará. Muitos me falaram que só com cirurgia, mas tenho medo e tb não disponho do dinheiro agora. Queria poder diminuir o que der para me sentir melhor e depois quem sabe, optar pela plástica para tirar os excessos. Não moro no mesmo Estado que a Rafaela, entrei em contato com ela e a mesma me falou que apenas com o livro e com a faixa eu conseguirei um bom resultado. Tenho medo de acabar fazendo algo de errado. Vc adquiriu o livro tb? é fácil de entender os exercícios? Pela minha medida ( não sei se fiz certo) estou com 4 dedos acima do umbigo e 2 abaixo, não sei se é isso mesmo que tenho que medis? em cima e embaixo? Se vc puder me ajudar, me orientar, me dar uma luz.... estou sem saber o que fazer. desde já agradeço sua atenção!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Bem, eu, por experiência própria acredito na solução sem cirurgia. Aparentemente minha diástase estava pior que a sua. Esta é uma técnica relativamente nova em relação à tradicional; tem muito desconhecimento e quem não conhece vai falar que é só cirurgia mesmo pra resolver.

      Eu adquiri o livro sim, os exercícios não são difíceis de entender, mas é bom ter um profissional com quem tirar dúvidas. Se você já está em contato com a Rafaela, então poderá ter este suporte. Mas o livro não tem tradução ainda, até onde eu sei. Não sei se ler em inglês é um problema pra você.

      Quanto às medidas, além das que você já fez, você mede o tamanho da diástase no umbigo também.

      Espero que você procure ajuda também para tratar a depressão, se for o caso. Esta técnica exige muita disciplina e se você estiver muito desestimulada, isso pode dificultar ou até impedir que você seja persistente o suficiente.

      Espero ter ajudado. Boa sorte!

      Excluir