sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Barriguinha pós-parto - como fazer o autoexame

Depois dos contatos que recebi por causa do post sobre a diástase, lembrei de algo que pode ser muito útil para quem quer avaliar se precisa fazer o tratamento. O livro da Julie Tupler descreve como fazer o autoexame. Recomendo o livro para quem quiser uma descrição mais precisa. No meu caso, deu uma boa estimativa. Eu medi 4 dedos de largura no umbigo e a Rafaela mediu 5.  É assim:

Duas dicas: 1) não levante tanto a cabeça; 2) melhor levantar a blusa

  1. deite no chão com os joelhos dobrados
  2. coloque a mão próxima do umbigo. Nesta posição, você vai levantar a cabeça minimamente, sem tirar os ombros do chão
  3. enquanto a cabeça está nesta posição, você examina três pontos: umbigo, uns 3 cm acima e uns 3 cm abaixo; para isso você enfia a mão na barriga, os dedos apontando para o umbigo. Você vai identificar a abertura. Veja quantos dedos cabem.
normalmente conseguimos perceber a largura da diástase (quantos dedos), mas é difícil a gente que não tem experiência avaliar a profundidade. Mas com esta estimativa você já vai ter uma idéia se é melhor procurar um especilista.

Tome cuidado para não levantar demais a cabeça. Eu cometi este erro quando avaliei a minha. Quando se levanta a cabeça mais do que deve, os músculos do abdomen se contraem mais, mascarando a largura da diástase.

Nenhum comentário:

Postar um comentário