domingo, 22 de abril de 2012

Aniversário de Brasília


Ontem foi aniversário de Brasília e fomos de manhã ver os balões na esplanada, pois é época do campeonato de balonismo. Na verdade dá pra ver balões pelo céu da cidade no início da manhã e no final da tarde. Mas quando chegamos na esplanada, de onde eles partem, já não tinha mais nenhum! 


Aniversário de Brasília


Chegamos tarde, umas 10:30. Foi super difícil chegar, pois toda via que ia pro eixo monumental estava bloqueada. A esplanada inteira estava interditada. Parei na S2, um pouco depois da catedral. Não tinha balão nenhum, mas estava tendo show do palavra cantada ao vivo. A Laura curtiu. O sol estava de rachar e ficamos pouco tempo. Fomos pro carro umas 11:30 e, já em casa, fomos passear pela vizinhança.


Show do Palavra Cantada na Esplanada

E hoje tentamos novamente ver os tais balões. Fomos bem mais cedo, chegando lá às 9h. Mesmo assim já era tarde demais. Só havia um balão subindo e descendo com as pessoas. Os da competição já não estavam mais lá. Mas pelo menos a Laura pôde ver um bem de perto. Ficamos uns 20 minutos na fila, mas aí disseram que acabou o gás e não conseguimos. Mas a Laura curtiu o picolé e a pipoca.


O único balão (e nem subimos nele!)

Depois fomos pra fonte da torre de TV. Brincou muito de correr na frente da água espalhada pelo vento. Dissemos que não teria mais picolé e pipoca e aceitou bem. Quis foi uma pipa, mas não compramos. Reclamou e insistiu, mas se distraiu e pediu pra subir "no elevador"! Ou seja, lembrou-se da última vez que subimos na torre. A fila estava grande e explicamos. Mas ela queria logo! Distraímos até chegar nossa vez. Ficamos uns 5 minutos lá em cima e descemos. 

Na fonte da Torre de TV


Na fonte da Torre de TV (olha que molhança!)

No alto da Torre de TV

No alto da Torre de TV



Quando fomos pro carro, chorou que não queria. Cismou que queria picolé. Mas a regra é: permitir guloseimas no fim de semana, mas não ficar dando a ela essas porcarias o tempo todo. Nem sempre funciona, mas costumamos combinar antes que ela vai poder escolher alguma coisa, sem repetir. Fomos embora com ela chorando. Mas depois ficou bem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário