sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Visita dos avós maternos

Vovó Glória, Bisavó Madalena e Vovô Noraldo vieram visitar a Laurinha e passar alguns dias conosco. Chegaram no dia 20 de agosto, à tarde, e voltaram no dia 23, pela manhã.


Imaginamos que a Laura iria estranhar tanta gente na casa, pois incluindo a babá e a diarista que veio para deixar a casa em ordem e cozinhar nesses dias, éramos sete adultos durante o dia e cinco durante a noite. Mas foi tudo bem tranquilo.

No início ela ficou meio ressabiada. Mas logo foi se soltando e já estava se comunicando com eles normalmente e mesmo citando os avós nas brincadeiras. Por exemplo, ao beber água ou comer alguma coisa, além de oferecer ao papai, à mamãe e à babá, também oferecia ao Vovô, à Vovó e à Bisa! Principalmente a Bisa teve que fingir bastante que estava comendo a comidinha da Laura, pois esta lhe oferecia com muita frequência :-)


Fizemos alguns passeios por perto de casa mesmo, com a Laurinha e os vovôs. Como sempre, o primeiro lugar pra onde ela quer ir é ver o "miau" :-) É que tem uma clínica de gatos na quadra e há sempre alguns gatos por perto. Quando não há, eles ficam no subsolo e espiando por uma grade no nível do piso.


Ela corre pra baixo e pra cima, atrás dos gatos. A maioria é bem mansinha e até rola no chão quando a Laurinha passa a mãozinha em seu pelo. Mas um deles é meio mau humorado e já até ensaiou dar uns tapinhas nela ao ter o rabo puxado! Já ela morre de rir da brincadeira.

Durante a estada, a Ieiê, mãe da babá, veio para cuidar da cozinha. Ela cozinha muito bem e nem precisamos sair para comer fora. Exceto uma noite em que achamos interessante pedir uma "Pizza Genérica". Esse é o nome da pizzaria que fica na nossa quadra. É barata e a entrega é muito rápida.

A visita foi bem legal para a Laurinha, pois pôde passar um tempo em sua própria casa com a presença dos avós maternos. Nas viagens que fizemos a BH, ela costumava ficar meio estressada com a mudança geral: casa diferente e pessoas diferentes. Achamos que ela se comportou melhor tendo gente diferente do dia a dia, mas em sua própria casa.


Mesmo depois que os avós partiram, a Laura ainda ficou se lembrando da visita, pois de vez em quando soltava um "vovô" ou "vovó" durante as brincadeiras!


Nenhum comentário:

Postar um comentário