sexta-feira, 11 de abril de 2014

Sophie and Nicholas; Sofia e Nícolas



Família (um pouco) imaginária desenhada pela Laura: Nicolas, Papai, Mamãe, Laura e Sofia


Nas minhas leituras sobre educação e desenvolvimento infantil, eu já havia esbarrado no tema "amigos imaginários". "Amigo", na verdade, é o nome genérico de vários tipos de relação: animal de estimação, amigo, parente... É uma manifestação em geral saudável da imaginação de crianças com tempo livre e  imaginação ativa, parte natural de seu desenvolvimento psico-social.

Alguns pesquisadores estimam que, entre 2 e 5 anos, o percentual de crianças que tem ou tiveram amigos imaginários chegue a 65%.  E como é que a Laura não tinha um? Com a imaginação que tem, eu já havia me perguntado como é que a Laura não tinha o seu. Bem, era só questão de tempo...

Um belo dia de fevereiro, se não me engano, a Laura começou falar da "irmã": Sophie. Nesta época ela andava fã de Charlie e Lola  (que tem um amigo imaginário), então pensei que ela estivesse imitando a Lola.  A Sofia sumiu por uns dias e achei que tinha sido só imitação mesmo. E então Sophie voltou para ficar.

A Sophie nasceu com 2 anos e rapidamente atingiu 5 anos, a idade atual da Laura. Quando está falando em português, a Laura a chama de Sofia.  A Laura inclui a Sophie em muitas das suas atividades. Assim, às vezes trago um prato invisível também para a Sofia na hora do jantar ou vamos todas juntas no carro para a escola. A Sofia faz aniversário quando a Laura quer, e, atualmente, tem cabelo laranja e pele da mesma cor da Laura. Ela ama cenoura, que a Laura não come de jeito nenhum.

Não demorou muito e a família aumentou: um "irmãozinho" mais novo, Nicholas ou Nícolas,(depende se ela está falando inglês ou português). Ele também nasceu com 2 anos e ficou sendo irmão mais novo por um tempo.  Agora já fez vários aniversários e chegou aos 5 anos também. Tem cabelo preto e a pele da cor da minha, segundo a  Laura. Além disso, ao contrário da Laura, Nicholas adora experimentar coisas novas, como comidas diferentes.

Quando está argumentando com a gente, não raro Nicholas e Sophie se tornam seus aliados, corroborando com o seu ponto de vista. Mas não é sempre assim. De vez em quando eles discordam e até discutem entre si... Eles também tem habilidades diferentes ou em diferentes graus de desenvolvimento em relação às da Laura.



Desenho mais recente: olha o cabelo laranja da Sofia! Cada membro da família ganhou um simbolo

Achei curioso seus "irmãos" aparecerem agora em uma fase em que ela está mais independente e passa mais tempo brincando sozinha (talvez tenha a ver com este "ócio criativo"...).  Também coincide com uma fase em que ela está em contato com várias famílias na escola em que os colegas tem irmão pequeno ou irmãozinho a caminho.  Não raro quando o assunto  de irmãozinhos surge, ela conta que tem irmãos também. Pode ser que ela goste de se sentir parte do time dos que tem irmãos :)

Não, a Laura nunca pediu um irmão. Nunca sequer tocou no assunto. Ela parece bem satisfeita com os seus companheiros imaginários e nunca fez nenhuma relação com irmãos na vida real. O que não elimina a possibilidade de ser essa a sua forma de lidar com o desejo de ter irmãos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário